sábado, 11 de maio de 2013

Aqui se gestava o ovo da serpente maldita


MAIS UMA CONSPIRAÇÃO “BOLCHEVIQUE” COM DINHEIRO PÚBLICO
Ilustração original em  - www.academiamedica.com.br
 
REPUBLICANDO EM 27/10/2013

O governo brasileiro anuncia uma possível contratação de seis mil médicos cubanos ao preço oito mil reais mensais, dos quais, seis mil e quinhentos seriam pagos diretamente ao governo de Cuba.

O ato é esdrúxulo e ilegal. As leis brasileiras são claras: salário não pode ser, nem mesmo parcialmente retido ou confiscado (salvo para pagamento de pensão de alimentos, mediante decisão judicial). Também, qualquer pessoa, ao trabalhar no Brasil, está automaticamente submetida e protegida pelas leis trabalhistas de nosso país.

O estratagema dos adoradores da ditadura castrista cubana encastelados no governo petista é absurdo e deve sofrer ações das representações da categoria médica, além de ser passível de medidas cautelares que impeçam este atentado a direitos de trabalhadores.

Um médico cubano ganha, lá no seu país, uma merreca inferior à renda de um miserável brasileiro, porém, isto não justifica que, ao trabalhar no Brasil, receba apenas mil e quinhentos reais e tenha o restante confiscado para favorecer as finanças de uma ditadura falida, que infelizmente é adorada por um contingente substancial de esquerdistas que estão no núcleo do governo brasileiro. Para esta gente, o que eles chamam de “revolução” é mais importante, que a defesa de princípios democráticos e como vemos agora, do que mesmo direitos trabalhistas consolidados.

Os médicos brasileiros não merecem esta agressão. A anunciada atitude poder do governamental avilta e atenta contra a dignidade do exercício da medicina. Além de tudo, estamos lidando com saúde, vida de brasileiros. Isto afeta e tem a ver com todos nós.
Republicando em 27/10/2013, atendendo pedidos. Vamos discutir, pois está em risco a saúde da população e a sanidade cívica dos cidadãos.
Recife, 11 de maio de 2013

Marcelo Cavalcanti

(81)93195627


Em Tempo: 6.500 reais de seis mil médicos, em doze meses somam 468 milhões de reais, sem o 13º salário (será que esses coitados irão recebem 13º e outros direitos da lei brasileira?...). Tudo sairá do tesouro nacional para os cofres da ditadura cubana. Ou seja, do nosso bolso para os comissários “bolcheviques” do regime cubano. Com um disfarce esfarrapado  estão criando uma perversa “bolsa revolução”.

5 comentários:

  1. Ultrapassados seis meses da publicação desta postagem, revela-se sua teimosa atualidade. Assim sendo, vamos republica-la.
    Nossos médicos merecem respeito.

    ResponderExcluir
  2. O TELEFONE PARA CONTATO É: (81)97046806.

    O antigo número não mais existe.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não imaginava que uma postagem de mais de cinco meses, ao ser republicada, atraísse tantos acessos.
    Sinal que existe preocupação com a gravidade do problema, que atinge a todos e não apenas os que serão alvo, enquanto pacientes, do suposto "programa de saúde".

    ResponderExcluir